segunda-feira, janeiro 30, 2012

Poema: Tempo de Esperar


Tempo de Esperar

É tempo de esperar
Mas esperar é difícil
Então eu vou contar
Contar as gotas da chuva
E as horas e os minutos
E os segundos e os miúdos
Momentos que escorrem
E dançam na minha janela
E é tempo de esperar
Mas enquanto isso
Toda a ansiedade do mundo
Tenta me sobrepujar
Rangendo dentes e esperando
Aqui estou eu !
Esperando minha vez
Dar o grito
Romper o contrato
Ou seria, assinar outro ?
Seja como for
Eu estou aqui
Pra mais um dia
Seja de espera
Seja de revolta
Seja de esperança
Seja de demora
Mas eu tenho aqui
Quem me dê alicerce
Quem me dê suporte
Então, que seja tempo
Tempo de esperar
Porque eu tenho muito tempo
Todo tempo do mundo....

Postagem feita ao som de Soilwork - Distortion Sleep

Nenhum comentário:

Postar um comentário